segunda-feira, 1 de março de 2010

Meios e fins

ando por meios,
ando ao meio
extremamento ao meio
meio perdido
meio sozinho
meio sempre ao meio...
ando extremamente vazio
sem espranças, sonhos ou vontades
ando com o vento frio da noite
esperando os fins
que são o que interessam
mais se os meios justificam os fins
a que fins esses meios irão me levar
será que não estou esperando demais
mais se a morte for a única certeza e que adianta...
passos obscuros com rastros de fumaça de cigarro
rastros q se apagam rapidamente
pessoas que passam muitas vezes por dentro de mim
sem perceber acho q deixam mais rastros em mim do que eu nelas
imperceptivelmente eu sigo sem me importar
sem falar
calo muitas vezes minhas vozes furiosas dentro de mim
mais sigo por esses meios
certos ou não
as vezes longos sem sentido
as vezes curtos e marcantes...

3 comentários:

Ma.chine disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
SemFreios disse...

ando com o fotolog meio entre as baratas, mas tô sempre atualizando pelo blog e agora te sigo por aqui.
E que texto é esse? Muito meu momento..
tô sendo metade em muita coisa, quase andando manca por ai.
eu tô:
Meio enjoada
Meio cansada
meio entupida
meio carente
meio chorosa
meio sem sono
meio gripada
meio sozinha
meio ardendo
meio arrependida.E ate meio feliz.
uhauhauhauhuaha
bejao, adorei o post!

revolucionario disse...

moemntos as vezes divididos..Um trago e tudo se esvai em pensamentos..Uma caminhada, uma reflexão..e o mundo inteiro pressiona pelo q não queremos demonstrar..sois vois o retratado do que muitos sentem..